Baptista elogia determinação e evolução do Verdão: ‘Passo importante’

Com ótima atuação e o placar de 3 a 0 no Pacaembu, o Verdão aguarda o fim da rodada das quartas de final do Estadual para conhecer o seu próximo adversário

O Palmeiras venceu, convenceu e chegou às semifinais do Campeonato Paulista. Apesar do placar folgado nesta sexta-feira (07), o técnico Eduardo Baptista destacou a qualidade do Novorizontino nos dois duelos com o Alviverde.

“É um passo importante. Enfrentamos um adversário que se mostrou muito forte, marcou o Palmeiras e tentou jogar os dois jogos. Mas tivemos um time equilibrado, conseguimos equilibrar bem o jogo e procurar os espaços. Estava 3 a 0 e a gente continuava marcando pressão no campo deles, isso mostra a determinação do grupo. Estamos classificados”, comemorou.

O treinador também elogiou a boa movimentação de seus comandados durante o embate desta noite.

“A variação é importante. Essa troca é treinada, hoje o Borja saiu um pouco e, quando ele saía, o Willian ou o Dudu entrava. O importante é que os espaços estejam ocupados, não importa por quem. O que não pode é estar fora da posição e com posições vazias”, afirmou o palmeirense, que exaltou a evolução do colombiano Borja, autor de um dos três gols contra o Novorizontino.

Eduardo Baptista comemorou a classificação e elogiou o grupo. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Eduardo Baptista comemorou a classificação e elogiou o grupo. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

“Ele está se adaptando, entendendo o espírito da equipe e aprendendo a jogar sem a bola. Hoje de manhã fizemos uma medição de alguns lances sem a bola, com a bola não tem o que ensinar, ele é letal na área. Tivemos um bate-papo hoje, ele entendeu bem, melhorou muito e ajudou a equipe. E aí os gols vão aparecendo, tecnicamente ele é bom jogador”, explicou.

Outro ponto destacado por Baptista foi o empenho de todos os jogadores do Palmeiras.

“Tenho um elenco com grandes jogadores, mas elenco qualificado não dá garantia de títulos. Mas, se tiver um elenco qualificado e que brigue como esse time briga, sempre respeitando o companheiro, terá uma grande chance. Todos que estão em campo tem de dar o limite. Sabemos que, dentro de uma coerência e trabalho, a competição é legal. Todos tem de estar atentos e buscando o melhor. Tem gente que não está jogando e sempre está buscando, então tem de ficar alerta”, finalizou o técnico.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post