Baptista projeta ‘casa cheia’ no Pacaembu e garante seriedade por vaga

Apesar do bom resultado na partida de ida, o técnico Eduardo Baptista cobra bastante empenho de seus comandados rumo ao título do Estadual

Depois de vencer o Novorizontino por 3 a 1, fora de casa, o Palmeiras volta a campo nesta sexta-feira (07), às 21h, no estádio do Pacaembu, para encarar novamente o time de Novo Horizonte-SP e buscar uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista.

“Foi uma semana boa, tivemos tempo hábil para recuperar em parte os atletas. Estamos recebendo de volta alguns jogadores importantes, isso é bom. Iremos com força máxima. Apesar da vantagem, ninguém quer perder. Temos de ir sério, buscar o resultado e fazer um bom jogo porque a Libertadores já está próxima”, declarou o treinador, que decidiu levar o treino desta quinta (06) para o local do embate.

“Testaremos mais um homem ali (no ataque – Róger Guedes está suspenso), veremos outro sistema, uma variação. Ensaiaremos bola parada, o gramado do Pacaembu é um pouco diferente do que a gente tem jogado, temos previsão de chuva também. Trabalharemos a parte tática e buscaremos nos adaptar ao campo”, falou, lembrando a importância de uma boa atuação no fim de semana para chegar confiante ao encontro com o Peñarol, na quarta (12), às 21h45, no Allianz Parque, pela Conmebol Libertadores Bridgestone.

“Mais do que ver uma formação é a necessidade de fazermos um bom jogo, um jogo envolvente, agressivo, com posse e objetividade. Faremos tudo isso para vencermos o Novorizontino, passar e também ganharmos ainda mais motivação para o jogo de quarta pela Libertadores”, explicou.

Em 17 jogos no comando do Verdão, Eduardo soma dez vitórias. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Em 17 jogos no comando do Verdão, Eduardo soma dez vitórias. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Baptista, por sua vez, aguarda por um Pacaembu lotado nesta sexta, assim como ocorre na arena palmeirense.

“A previsão é ter casa cheia, e o Pacaembu lotado se torna a nossa casa. Lógico que aprendemos a jogar na arena, criou-se um clima ali dentro. Mas vencemos os últimos jogos no Pacaembu, e o Palmeiras é o time que mais ganhou títulos lá. A torcida do Palmeiras faz a diferença, devemos ter casa cheia e nos sentiremos em casa como se fosse a arena”, disse o técnico.

Por fim, o comandante destacou a importância dos próximos jogos do Verdão para a sequência na temporada.

“A gente fala com eles (jogadores) do mês de abril desde janeiro. É um mês de concentração, de trabalho e de entrega. É uma união de todos os setores para estarmos em um melhor momento. Da nossa parte, temos de observar os atletas que estão no melhor momento para podermos escalar. É um mês que não cabe erros, temos de ser o mais assertivos possível”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post