Baptista lamenta revés na Bolívia e projeta decisão em casa, com Tucumán

Jogando na Bolívia, o Palmeiras não conseguiu superar o Jorge Wilstermann-BOL, nesta quarta-feira (03), e perdeu por 3 a 2

Com o resultado, o Verdão não garantiu de forma antecipada uma vaga nas oitavas de final da Conmebol Libertadores Bridgestone. Logo depois do revés fora de casa, o técnico Eduardo Baptista avaliou o rendimento de seus comandados nesta noite.

“Tentamos jogar, até tomar os gols estávamos bem no jogo. O Palmeiras tenta jogar com a bola no chão. No segundo tempo procuramos alçar mais a bola porque no chão não estávamos conseguindo. Foi mais mérito do Wilstermann por conhecer o campo, a atmosfera. Nós tomamos dois gols em que erramos o tempo de bola, erramos o cálculo de onde tínhamos de cabecear essa bola. E o Wilstermann conhece bem aqui e tirou vantagem disso”, comentou.

O treinador, por sua vez, admitiu que o rival mereceu sair vencedor do duelo.

“Eles conhecem o campo, o ambiente de jogo. É um time muito rápido. No primeiro gol teve felicidade na bola parada. Logo em seguida fez 2 a 0, e aí marcou e dificultou muito para nós. Fez uma boa partida e mereceu a vitória. Para nós agora é pensar no próximo jogo para conseguir a classificação”, afirmou o palmeirense, que também citou o gramado do Estádio Félix Capriles.

Baptista avaliou atuação na Bolívia e projetou o duelo decisivo com o Atlético Tucumán. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Baptista avaliou atuação na Bolívia e projetou o duelo decisivo com o Atlético Tucumán. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

“Se teve algo que atrapalhou foi o campo. O time do Palmeiras é rápido. Perdemos a bola e demos muitos contra-ataques. Vacilamos em cinco minutos e tomamos gols. Tentamos recuperar com substituições, demos mais intensidade, mas não suficiente pra buscar o resultado”, disse. “Viemos a Cochabamba para buscar a classificação. Vitória ou empate. Somos líderes ainda, mas não era o resultado que queríamos”, emendou.

Por fim, Eduardo Baptista projetou o último embate da fase de grupos da Libertadores. No dia 24 de maio (quarta-feira), às 21h45, o Palmeiras recebe o Atlético Tucumán-ARG, no Allianz Parque.

“Buscaremos a vitória, temos outro jogo em casa. Buscaremos a vitória para confirmar a classificação e tentar o máximo de pontos para acabar bem na classificação geral”, finalizou o técnico.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post