Com ‘conhecimento de casa’, Cuca pede cautela: ‘Trabalhar quietinho’

Depois de se afastar do futebol por motivos particulares, o comandante reassume a equipe em busca de novos desafios nesta temporada

Campeão brasileiro em 2016, o técnico Cuca está de volta ao Palmeiras. Apresentado pelo presidente Maurício Galiotte, nesta terça-feira (09), na Academia de Futebol, o treinador contou como o seu retorno foi oficializado no último fim de semana – a reestreia do profissional pelo Alviverde ocorrerá no domingo (14), às 16h, contra o Vasco, no Allianz Parque, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

“Avisei no começo de dezembro que não iria ficar por motivos pessoais, pretendia dar uma atenção maior e dei. Não determinei quanto tempo ficaria parado, em teoria seriam cinco, seis meses. Na sexta, recebi uma ligação do Alexandre (Mattos), ele me disse que se eu não viesse com certeza viria outro. Eu estava até em negociação com o mercado asiático. Se eu não viesse, com certeza iria para lá porque já estava me sentindo em condição de trabalhar, ainda que não tivesse feito o que queria, que era observar treinamentos no mercado europeu. Mas já tinha feito o que queria em relação à família”, explicou.

Cuca, por sua vez, admite que terá ainda mais trabalho neste ano do que em 2016.

“Eu estava com alguma dúvida de voltar ao Palmeiras porque é muito precoce, muito em cima. Eu tinha uma condição de sair também. Um dos motivos que me fizeram vir foi o conhecimento de casa que eu tenho. Tenho uma responsabilidade muito maior que no ano passado, mas um conhecimento de casa bom, o que abrevia um bom tempo de trabalho. Todos sabem o carinho que tenho pelo clube”, declarou o palmeirense, comentando também sobre o atual elenco do Verdão, reforçado após a sua saída.

Com presença do presidente Maurício Galiotte, Cuca foi apresentado, nesta terça-feira (09), na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Com presença do presidente Maurício Galiotte, Cuca foi apresentado, nesta terça-feira (09), na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

“Se a gente fizer um comparativo do time do ano passado para o deste ano, foi trocado o Moisés pelo Felipe Melo, o Cleiton Xavier pelo Guerra, e o Borja ou Willian no lugar do Jesus. Os demais são os mesmos. Tchê Tchê, Guedes, Dudu, enfim… O que melhorou com esses três e as saídas daqueles três? O que piorou? O que acrescentou? Tenho de trabalhar quietinho, como mineiro, pelos cantinhos, para poder ganhar. Hoje, se o Palmeiras ganhar de 1 a 0, ele é questionado porque não convenceu. De fora, acho uma coisa desnecessária puxar uma responsabilidade tão grande. A responsabilidade existe, mas não precisa falar nela todo dia. Serei muito mais pressionado do que no ano passado e temos de estar preparados, eu, Alexandre, Cícero (Souza) e os jogadores”, expôs.

Mesmo muito querido pela torcida do Palmeiras, o técnico sabe que será cobrado diariamente por bons resultados no comando palestrino.

“Domingo, sim (terá paciência do torcedor). Na sequência a pressão é igual porque é Palmeiras. Como eu falei, hoje não é suficiente ganhar por 1 a 0 porque tem de jogar bem e convencer. O Palmeiras fez um investimento grande, sim, mas não foi só para agora. O Palmeiras trouxe Luan, Michel Bastos, Willian, Keno, o Veiga… São quase todos jovens, que não vêm a nível de titularidade, mas encorpam muito o elenco. Este investimento que foi feito não foi diretamente no time titular, mas em jogadores que podem se tornar titulares também”, analisou Cuca.

Números de Cuca

Em sua primeira passagem pelo clube, em 2016, o técnico contabilizou 51 partidas, com 29 vitórias, 11 empates e 11 derrotas. Suspenso, ele foi substituído por Cuquinha, na vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense, e por Alberto Valentim, ex-auxiliar fixo, na derrota para o Botafogo por 3 a 1 – ambos os duelos foram válidos pelo Campeonato Brasileiro, que foi vencido pelo Verdão.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post