Com golaço, Zé se torna o jogador mais velho a marcar na Libertadores

O lateral Zé Roberto, aos 42 anos, 10 meses e 18 dias, bateu um recorde histórico na Libertadores: o de se tornar o jogador mais velho a marcar um gol na competição continental

O recorde foi quebrado com um golaço aos 46 do segundo tempo para selar a classificação do Alviverde com vitória por 3 a 1 sobre o Tucumán-ARG, nesta quarta-feira (24), no Allianz Parque.

Ao ter entrando em campo para enfrentar a equipe do Tucumán-ARG, pela Conmebol Libertadores Bridgestone, o camisa 11 palestrino  também se tornou o segundo jogador mais velho a atuar no torneio, ultrapassando o goleiro colombiano Mondragón (42 anos, 9 meses e 19 dias).

O número um da lista de atletas mais experientes a terem participado do torneio continental, no entanto, continua sendo o peruano Vicente Villanueva, com 43 anos e 10 meses.

Recentemente, o veterano do Verdão também já havia conquistado o status de brasileiro com idade mais avançada a atuar na história da Libertadores: foi quando atuou diante do Peñarol-URU, no Allianz Parque, em 12/04/2017, que o jogador bateu a marca que antes pertencia a Rogério Ceni – que com 42 anos, três meses e 22 dias, havia entrado em campo pela última vez pelo torneio continental diante do Cruzeiro, defendendo as cores do São Paulo, em 14/05/2015.

“É muito gratificante poder chegar a essa marca inusitada. Não esperava que minha carreira fosse tão longeva assim. Antigamente, eu projetava encerrar aos 36 anos, e já achava muito (risos)”, disse o lateral. E comemorou: “Fui feliz no lance do gol. Peguei de primeira. Foi bonito, realmente. O importante é poder ajudar o time. Espero continuar ajudando meus companheiros”.

Com 116 partidas realizadas pelo Verdão, Zé Roberto é o quarto integrante do atual elenco com mais jogos disputados, atrás apenas de Fernando Prass (222), de Dudu (132) e de Vitor Hugo (131). Pelo Palmeiras, o jogador já levantou o caneco da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro de 2016.

Zé Roberto se tornou o jogador mais velho a marcar um gol na Copa Libertadores da América. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Zé Roberto se tornou o jogador mais velho a marcar um gol na Copa Libertadores da América. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Cuca: técnico que mais dirigiu o Verdão no Allianz Parque

Ao comandar o Palmeiras diante do clube argentino, Cuca chegou ao seu 23º jogo como técnico no Verdão no Allianz Parque, superando Marcelo Oliveira, que havia estado à frente do banco de reservas alviverde em 22 ocasiões. O atual treinador palmeirense agora é o número 1 da lista de técnicos que mais dirigiram o time na arena, inaugurada em 2014.

Além disso, o atual treinador palmeirense também alcançou outra marca curiosa: se isolou no top 5 dos técnicos com mais triunfos pelo Palmeiras neste século – agora com 32 vitórias, Cuca estava empatado com Emerson Leão (31). Vanderlei Luxemburgo (77), Luiz Felipe Scolari (65), Gilson Kleina (56) e Jair Picerni (47) completam o ranking.

Prass supera Leão e também estabelece marca

Atual camisa 1 do elenco alviverde, Fernando Prass foi outro personagem que viveu uma noite emblemática. Agora com 18 partidas em Libertadores pelo Palmeiras, o jogador se tornou – de forma isolada – o segundo arqueiro palmeirense que mais entrou em campo pela competição continental: fica atrás somente de Marcos, que acumula 57 atuações na história do torneio. Antes disso, o gaúcho dividia a 2ª posição da lista com o ex-goleiro Emerson Leão (17 partidas).

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post