Eu apoio a BRINCADEIRA no FUTEBOL

Eu apoio a BRINCADEIRA no FUTEBOL

Esta semana repercutiu e muito na imprensa a brincadeira que o locutor do Allianz Parque fez com o Flamengo, um rival interestadual histórico da Sociedade Esportiva Palmeiras. Mas para entender a celebre frase do fim do jogo, precisamos do contexto geral.

Ano passado Palmeiras liderava o campeonato Brasileiro e se aproximava do seu eneacampeonato. O Flamengo crescia na competição e os próprios jogadores e sua torcida começaram com a brincadeira. “CHEIRINHO DE HEPTA”. Referência clara que o Flamengo se aproximava da briga e poderia ser campeão do campeonato. O Palmeiras, ao final, consagrou-se campeão e, entrou na BRINCADEIRA SAUDAVÉL que alimenta o futebol há mais de século. Lançou a camisa “SEM CHORO, NEM CHEIRO…”. Grande sucesso e brilhante estratégia para manter a rivalidade SAUDÁVEL no futebol e entre os clubes.

Durante a semana, o Palmeiras jogou contra o Internacional pela Copa do Brasil, e ao final o locutor do ALLIANZ PARQUE, arena da SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS (aparentemente é importante lembrar a todos quem manda no estádio), brincou com este rival histórico da mesma forma que eles brincaram (e brincam) com o PALMEIRAS. O locutor soltou a seguinte frase: “CHEIRINHO NO AR! Na Argentina, San Lorenzo dois, Flamengo um.”

No dia seguinte, GRANDE PARTE da imprensa repercutiu de forma muito negativa o acontecido. Os mesmos que cobram por um futebol mais alegre e descontraído, que vivem recordando os tempos de rivalidade sadia, são os primeiros a apontar o dedo e cobrar atitudes no menor sinal de brincadeira.

Nós do MÍDIA entendemos que esta brincadeira é saudável e DEVE continuar. Não devemos repreender nada que não falte com respeito aos rivais. Claramente é uma forma de enaltecer sem dúvida a queda de um grande concorrente dentro de um campeonato de extrema importância para ambos os clubes.

Outro ponto importante é: O ALLIANZ PARQUE é a casa da SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS e anúncios como esse e outros, de tom parcial, porém respeitoso, são intrínsecos a um ESTÁDIO que tem DONO. Não é um estádio alugado ou campo neutro e este tipo de narração traz personalidade, identidade a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS e seu patrimônio.

Além disso, importante citar que a torcida no passado já demonstrou gostar muito da forma que o locutor Marcos Costi se porta e a identidade que ele transmite para a Arena. A torcida sente que tem um dos próprios torcedores na VOZ DO ALLIANZ.

Sendo assim, convidamos a TORCIDA DO PALMEIRAS, e não apenas nossos torcedores, mas qualquer um que goste e entende que o futebol vive desta rivalidade nos ajude com o alcance dessa campanha!

#BrincadeiraNaoÉOfensa
#EuApoioAvozDoAllianz

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post