Em despedida, Vitor Hugo agradece e promete retorno: ‘Até breve’

Um dos grandes destaques do Palmeiras nos últimos anos, o zagueiro Vitor Hugo tem uma nova casa. Sempre sorridente, o ex-jogador do Verdão esbanjou simpatia e emoção durante a sua despedida

Contratado pela Fiorentina, da Itália, o defensor compareceu à Academia de Futebol, nesta segunda-feira (12), para se despedir dos amigos que conheceu no clube e para conceder a última entrevista coletiva com a camisa palestrina.

“Eu estou até emocionado, eu não esperava me despedir tão cedo, mas estou feliz por tudo o que vivi aqui desde o começo. Cheguei desconhecido, mostrei o meu valor em campo e o Oswaldo (de Oliveira) me deu confiança necessária para eu me desenvolver. Aconteceram coisas boas e ruins também, mas só tenho de agradecer, não tenho muito o que falar. Quero agradecer ao Palmeiras pela oportunidade e dizer um até breve”, afirmou. “Ficarei vários anos lá para ter a experiência de jogar fora, mas espero um dia voltar, se o Palmeiras quiser, e ser campeão da Libertadores”, emendou.

Nesta segunda, inclusive, a TV Palmeiras/FAM divulgou um vídeo em homenagem ao atleta (Clique aqui e confira!).

“Fiquei feliz demais por ter este reconhecimento, isso acontece com pessoas especiais. Estou me sentindo especial, vi o vídeo que fizeram para mim, vi no YouTube, ficou demais. Fizeram como se eu fosse um ator de cinema. Fiquei muito feliz (com a coletiva) também, mas não lembro direito como foi, me falaram que 17 horas era para eu estar aqui, e eu estou aqui (risos)”, contou, que guarda com carinho a relação com a torcida palmeirense.

“O mais importante que eu consegui foi o respeito da torcida porque, quando um jogador sai, alguns falam que é mercenário. Comigo foi totalmente ao contrário, todos me agradeceram e falaram que me queriam de volta. Isso é reconhecimento do trabalho. Eu consegui cumprir o que me propus a fazer aqui, o nosso lema era resgatar o orgulho do palmeirense em vestir a camisa. Viemos com esse lema em 2015 e agora saio com a sensação de dever cumprido. É gostoso ver o palmeirense andar na rua com a camisa, campeão brasileiro e bem na Libertadores”, declarou.

Nesta segunda (12), Vitor Hugo concedeu sua última entrevista coletiva com a camisa do Verdão. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Nesta segunda (12), Vitor Hugo concedeu sua última entrevista coletiva com a camisa do Verdão. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

E, agora na Europa, Vitor Hugo será mais um dos milhões de palestrinos espalhados pelo mundo.

“Tenho de acompanhar os jogos, a gente cria um vínculo com o clube e com os jogadores. É um vínculo de amizade e irmandade, é bonito de ver, tem de acompanhar. O duro é o fuso horário, mas tentarei acompanhar o máximo”, disse o zagueiro, tratando com bom humor a sua transferência para a Itália.

“Eu ouvi um ditado que diz que toda mudança gera transtorno, eu estou apreensivo e ansioso para ver o que acontecerá lá. As pessoas são diferentes, é complicado, mas eu espero que dê tudo certo e eu me adapte bem. Procurarei uma escola boa para o meu filho, todos dizem que ele aprenderá a falar italiano antes de nós, e eu não duvido porque o moleque é esperto e eu não sou tanto assim (risos)”, finalizou.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post