Palmeiras bate Avaí por 2 a 0 e chega ao G-4 de Campeonato Brasileiro

O Palmeiras recebeu o Avaí na noite deste sábado (29), no Allianz Parque, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro e conquistou mais três pontos ao vencer por 2 a 0

A vitória do Verdão veio com gols de Dudu e Deyverson, garantindo, desta forma, a 4ª posição na tabela do Campeonato Brasileiro – o Verdão só pode ser ultrapassado nesta rodada em caso de vitória do Flamengo neste domingo (30).

A partida marcou o primeiro gol anotado pelo atacante Deyverson, que realizou contra o Avaí o seu segundo jogo oficial pelo clube (o outro havia sido em Recife, na vitória por 2 a 0 sobre o Sport, pela 16ª rodada da competição).

Autor do gol que abriu caminho para vitória do Palmeiras, Dudu também viveu um dia emblemático: o capitão alviverde ampliou o seu recorde como artilheiro do Allianz Parque (o jogador possui agora 20 gols no estádio).

O jogo

O jogo começou em ritmo quente no Allianz Parque, com o Palmeiras criando chances de gol logo nos primeiros minutos de jogo. O embate teve um início tão enérgico que não demorou muito para que o Verdão encontrasse o primeiro tento.

Aos 10, Dudu, em lance individual, fez bela jogada de frente para a área rival, tirando dois marcadores e chutando com força. O goleiro Danilo não conseguiu evitar o tento palmeirense, e a bola entrou no canto direito. (Palmeiras 1×0 Avaí)

Após arriscar de longe em um lance de ataque do Verdão, com assistência de Róger Guedes, o venezuelano Guerra sentiu dores e precisou sair de maca aos 26. Em seu lugar, entrou o camisa 20, Raphael Veiga.

Menos de dois minutos depois que Guerra saiu de campo com dores, veio outro susto. O capitão Dudu se envolveu em uma dividida e causou preocupação. O árbitro Anderson Daronco pediu urgência no atendimento. Ainda um pouco estonteado, o camisa 7 palmeirense tranquilizou os colegas dizendo que não havia sido nada mais sério, e se recuperou para voltar a jogar.

Aos 32, o Verdão viveu talvez o maior susto do primeiro tempo: em lance de ataque dos catarinenses, a bola ficou viva na área. Na finalização do adverdsário, Jailson até caiu para tentar defender, mas, para alívio dos mais de 33 mil palmeirenses presentes no Allianz Parque, a bola explodiu na zaga alviverde.

Aos 35, o novato Deyverson, em seu segundo jogo pela agremiação, balançou as redes pela primeira vez. O lance nasceu após uma troca de passes com Bruno Henrique: na tentativa de o meia enfiar a bola em profundidade, Raphael Veiga se aproveitou da sobra e ajeitou para o camisa 16 girar e bater rasteiro contra a meta de Douglas. (Palmeiras 2×0 Avaí)

A partida marcou o primeiro gol de Deyverson, que realizou contra o Avaí o seu segundo jogo oficial pelo clube. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

A partida marcou o primeiro gol de Deyverson, que realizou contra o Avaí o seu segundo jogo oficial pelo clube. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Ainda antes de o primeiro tempo acabar, o Verdão mostrou segurança no sistema defensivo, com Jailson saindo bem em dividida e com a zaga neutralizando potenciais lances perigosos do adversário.

Aos 45, quando ainda não havia saído nem sequer um cartão no jogo, o meia Juan (Avaí) foi advertido com um amarelo. Após reclamação, ele expulso e desfalcou sua equipe, dando a tranquilidade necessária que o Palmeiras precisava para administrar o placar no segundo tempo.

Agora com o meio de campo formado por Jean, Bruno Henrique e Raphael Veiga, Verdão continuo investindo contra o adversário na segunda etapa. A defesa do Palmeiras pouco trabalhou, mas foi cirúrgica quando requisitada.

Aos 4, o camaronês Joel, do Avaí, saiu em disparada pelo meio de campo e, de fora de área, de pé direito, arriscou contra o arco de Jailson. A bola passou perto do travessão palmeirense. Após o lance, o camisa 14 palestrino pediu mais atenção aos companheiros de time.

Em jogada que nasceu pela ponta esquerda, o polivalente Jean – hoje atuando como meia – dominou, viu o caminho livre e, de pé direito, soltou uma bomba que assustou a defesa da equipe catarinense.

No decorrer da segunda etapa, o Avaí – mesmo com um homem a menos em campo – se posicionou para tentar pressionar o Verdão, partindo para o tudo ou nada. E surtiu efeito: o time comandado por Claudinei Oliveira chegou mais vezes ao ataque, criando chances de gol. Nenhuma delas, no entanto, foi eficiente a ponto de vazar o Palmeiras.

A segunda alteração do Alviverde veio aos 18 minutos, com a entrada de Edu Dracena no lugar de Mina, após o colombiano sentir dores. Por precaução, o técnico Cuca optou por poupar o camisa 26.

Aos 30, o atacante Keno entrou no lugar de seu companheiro de posição para dar mais velocidade ao time. Aplaudido pela torcida, o jogador ajudou o Verdão a pressionar o Avaí até os minutos finais.

O Verdão continuou criando e gerenciando o resultado obtido até que, aos 46, em lance de escanteio, ficou muito perto de chegar ao terceiro gol, com o desvio de cabeça do zagueiro Edu Dracena após cobrança de escanteio. Por pouco a bola não entrou!

Sem contestação e com tranquilidade, desta forma, o time comandado pelo técnico Cuca encerrou a sua participação na 17ª rodada.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post