Com time alternativo, Palmeiras sofre revés pelo Campeonato Brasileiro

No Allianz Parque, o Palmeiras foi superado pelo Atlético-PR pelo placar de 1 a 0 na tarde deste domingo (6), pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro

A partida foi a última do primeiro turno da competição, e o Verdão segue na quarta colocação da tabela com 32 pontos marcados (dez vitórias, dois empates e sete derrotas).

O Alviverde volta a campo na próxima quarta-feira (9), às 21h45, contra o Barcelona-EQU, pela fase oitavas de final da Conmebol Libertadores Bridgestone. Já pelo Brasileirão, o time palestrino encara o Vasco no próximo domingo (13), às 16h, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ), pela 20ª rodada – início do returno da competição.

O jogo

Com time alternativo em relação aos últimos jogos, o Verdão começou o certame em cima da equipe paranaense. A primeira chance de perigo veio aos dez minutos, em chute perigoso de Jean, de fora da área. No entanto, quem abriu o placar do duelo foram os visitantes, com Thiago Heleno. (Palmeiras 0x1 Atlético-PR)

O gol sofrido obrigou o Alviverde a sair mais para o jogo, mas as tramas de ataque não encaixavam com o trio Michel Bastos, Erik e Borja. Quando conseguia chegar, o Verdão esbarrava na forte marcação atleticana e pouco incomodava o goleiro Weverton. No período, Cuca ainda teve de substituir Juninho, machucado, por Antônio Carlos.

Verdão segue na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos marcados. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Verdão segue na quarta colocação do Campeonato Brasileiro, com 32 pontos marcados. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

Já no segundo tempo, após tratar de lesão no joelho durante cinco meses, Moisés retornou ao time no lugar de Raphael Veiga. Com a mexida, Zé Roberto passou para a lateral esquerda, e Michel Bastos inverteu as posições de ponta no ataque com Erik.

As alterações melhoraram o jogo da equipe palestrina, que passou a levar maior perigo à meta de Weverton. Aos 11, após cruzamento de Fabiano, Erik chegou a ficar em condições de finalizar, mas foi travado pelo goleiro atleticano na hora certa.

Em seguida, foi a vez de Antônio Carlos, de cabeça, exigir elasticidade do arqueiro. Aos 19, após ajeitada de Borja, o camisa 25 teve grande chance de mandar para as redes, mas chutou por cima do gol.

Para aumentar a pressão sobre o rival recuado, aos 25, o técnico Cuca sacou Erik e colocou o também atacante Deyverson. O Alviverde passou quase que o período todo no ataque, mas com poucas jogadas de perigo. Mesmo com a pressão nos minutos finais e com tentativas de Jean e dos centroavantes, o Verdão não conseguiu empatar o duelo.

Escalação: Fernando Prass; Fabiano, Edu Dracena, Juninho (Antônio Carlos), Zé Roberto; Jean, Tchê Tchê, Raphael Veiga (Moisés); Michel Bastos, Erik (Deyverson) e Borja

Cartão amarelo: Michel Bastos

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post