Moisés recorda ‘sonho’ de jogar Libertadores e noite em claro

Apesar da desclassificação do Palmeiras na Conmebol Libertadores Bridgestone, o meia Moisés viveu uma noite especial na última quarta-feira (09), no Allianz Parque

Depois de se recuperar de uma grave lesão sofrida no início deste ano, o camisa 10 do Verdão pôde realizar um sonho pessoal diante do Barcelona-EQU: disputar um jogo da competição internacional. A estreia do jogador no torneio, no entanto, não terminou como ele mesmo esperava – o palestrino foi o autor do único gol da equipe na partida.

“Sempre sonhei em jogar uma Libertadores, até por isso não deixa de ser um dia especial para mim, mesmo que frustrante porque não terminou como esperávamos. Mas fará parte da minha história. Foi um dia em que eu aprendi a conviver com a felicidade e a infelicidade. Mas são jogadores assim que prevalecem, os que sabem se levantar rapidamente após uma queda e que não se iludem quando acontece a vitória”, afirmou o palmeirense, que se surpreendeu com o próprio rendimento após o retorno aos gramados.

“Eu sonhava com isso, mas sabendo que não é fácil. Quando você volta de lesão, nem sempre consegue voltar em um ritmo tão bom quanto aconteceu comigo. Tenho de agradecer a Deus, sou muito abençoado, cercado de amigos e da minha família. Fico feliz, as coisas estão acontecendo em minha vida. Espero que tenha passado este período de lesões e que eu possa estar melhor a cada dia”, declarou.

Bastante aplaudido contra o Barcelona-EQU, Moisés não poupou elogios aos torcedores do Palmeiras.

“Quero parabenizar a torcida pelo que fez ontem (quarta), jogou com a gente os 90 minutos, fizeram uma festa impressionante. A cobrança no fim a gente entende perfeitamente, mas pedimos que não individualizem. Tenho muito a agradecer a esta torcida, que me apoiou ontem, desde quando me machuquei e em todos os momentos. Dou a vida pela minha família e por eles (torcedores)”, disse o meia, relatando as horas seguintes à eliminação na Libertadores.

Moisés analisou seus momentos no retorno ao time após lesão. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Moisés analisou seus momentos no retorno ao time após lesão. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

“Não foi fácil. Para mim, foi uma mistura de emoções este jogo. Desde que eu me machuquei, era um sonho voltar neste jogo. Eu consegui jogar, ajudei a minha equipe até certo ponto, mas a desclassificação veio. Hoje eu dei uma cochilada de 1h30, 2h… Geralmente eu durmo tarde, mas ontem foi um pouco mais. São coisas do futebol que acontecem e que não podem nos abater. Veremos o que devemos melhorar”, falou.

Por fim, o camisa 10 projetou o futuro do Verdão no Campeonato Brasileiro.

“Temos ciência de que estamos muito atrás do líder, mas ninguém tem a garantia de que eles farão um segundo turno tão regular. Temos de pensar em fazer o máximo de pontos possível. O campeonato do Palmeiras agora tem de ser contra ele mesmo, de fazer o máximo de pontos. Se quem estiver na frente tropeçar, a gente vê o que acontecerá”, finalizou o jogador.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post