Após conversa com diretoria e Cuca, Felipe Melo afirma: ‘Tudo solucionado’

Depois de ficar um período treinando em horários alternativos, o volante Felipe Melo foi reintegrado ao elenco do Palmeiras

Motivado com o retorno ao grupo palestrino, o jogador contou como foi a conversa com a diretoria do Verdão e o técnico Cuca antes da confirmação de sua volta aos trabalhos com os demais atletas do clube.

“O que tinha de ser conversado, já foi. Conversei com o próprio treinador. Eu expus tudo o que eu pensava dele, sobretudo sobre o áudio (vazado). Haja visto que o áudio foi uma situação depois do meu afastamento, mas o importante é que eu conversei com ele. O que saiu no áudio é algo que não acho dele, não foi algo de coração. Conversamos internamente e tudo foi solucionado”, disse. “Eu conversei com todo mundo, treinador, diretor, presidente, minha família… Foi uma volta planejada, foi muito conversado antes de tudo isso acontecer”, completou.

Melo, inclusive, elogiou a postura da diretoria palmeirense durante todo o ocorrido.

“Foi um momento difícil, mas creio que o presidente (Maurício Galiotte) e o (Alexandre) Mattos (diretor de futebol) conduziram a situação de uma forma bacana. Difícil, mas souberam conduzir. O objetivo é honrar a camisa do Palmeiras, assim como fiz em todos os jogos. Não deixei de cansar em nenhum jogo, por isso este carinho recíproco entre a torcida e o Felipe Melo”, afirmou o camisa 30, que reverenciou o Palmeiras.

Felipe Melo conversou com jornalistas na tarde desta segunda-feira (04). (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Felipe Melo conversou com jornalistas na tarde desta segunda-feira (04). (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

“O Palmeiras é maior do que tudo isso. Tem presidente, diretor, treinador, funcionários… Tudo foi conversado. Falei com o treinador e me acertei com todos. Eu me acertei com quem tinha de me acertar”, declarou. “Tem coisas que a gente erra, mas o mais importante é admitir o erro quando você errar. Eu sou um cara que, quando eu erro e admito, eu me arrependo e não tenho problema nenhum em chegar na pessoa e pedir perdão. Foi feito isso. Não me arrependo porque serviu de aprendizado para o futuro”, emendou.

Por fim, o volante destacou um ponto positivo em toda esta história.

“Muito difícil porque sou um jogador de 34 anos, já passei por muitos clubes. Uma situação como esta te deixa desgastado. Agradeço muito a Deus por ter uma esposa, filhos e pais maravilhosos, que cuidaram de mim. Foi importante para eu crescer como homem, pai e amigo. Foi um momento em que Deus cuidou de mim. Fiz uma autorreflexão, do que posso mudar, melhorar. Espero que isso tenha feito com que eu volte ainda melhor do que já estava”, finalizou Felipe Melo.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post