Com Keno garçom, Palmeiras bate o Atlético-GO por 3 a 1 em Goiânia

Pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras viajou à Goiânia (GO) e venceu o Atlético-GO, no estádio Olímpico de Goiás na tarde deste domingo (15)

Com gols de Willian, Moisés e Dudu, o Verdão saiu vitorioso por 3 a 1 e chegou à terceira posição na tabela – o Alviverde possui agora 47 pontos, e só será desbancado em caso de empate ou vitória do Grêmio, que entra em campo às 19h para enfrentar o Coritiba no Couto Pereira – caso isso se consume, o time irá encerrar a participação nesta rodada como quarto colocado.

Autor do primeiro gol palestrino, Willian ampliou sua vantagem na artilharia do time na temporada: agora soma 17 bolas na rede, sendo o seu 7º gol apenas no Brasileirão – os outros dez foram pelo Paulistão (cinco), Copa do Brasil (um) e Conmebol Libertadores Bridgestone (quatro).

Além de ser o principal goleador do Palmeiras no ano, o camisa 29 do Verdão também é o artilheiro do time no Brasileirão, com sete gols, seguido de Alejandro Guerra, com cinco, e Keno e Róger Guedes, ambos com quatro bolas na rede.

Outro grande destaque do Alviverde na partida foi o atacante Keno, que esteve em campo pela última vez há um mês, no Pacaembu, na vitória por 1 a 0 diante do Coritiba. O dono da camisa 27 esmeraldina concedeu as três assistências da partida.

O Verdão não perde como visitante desde 09 de julho, quando foi batido pelo Cruzeiro por 3 a 1 no primeiro turno do Brasileirão, no Mineirão. Desde então, o Alviverde jogou fora de casa em oito ocasiões, e empatou com o Flamengo (2 a 2), superou o Sport (2 a 0), empatou com o Cruzeiro (1 a 1), venceu o Botafogo (2 a 1), empatou com o Vasco (1 a 1), empatou com o Atlético-MG (1 a 1), bateu o Fluminense (1 a 0) e agora o Atlético-GO (3 a 1).

O Palmeiras volta a campo na próxima quinta-feira (19), às 20h, para enfrentar a Ponte Preta, no Pacaembu, em São Paulo (SP). Em seguida, o Verdão encara o Grêmio, fora de casa: a partida será disputada na Arena Grêmio, no dia 22 de outubro (domingo), às 17h.

Com três assistências, Keno foi o grande destaca da vitória alviverde em Goiânia. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Com três assistências, Keno foi o grande destaca da vitória alviverde em Goiânia. (Cesar Greco/Ag. Palmeiras/Divulgação)

O jogo

A grande novidade da partida deste domingo (15) foi o retorno de Alberto Valentim no comando do Palmeiras. Agora como técnico da equipe, Valentim assumiu o cargo na última sexta-feira (13). Ao todo, o profissional, que faz parte da comissão fixa do clube, soma agora 12 jogos como treinador do Verdão, sete vitórias, um empate e quatro derrotas.

A estreia de Valentim aconteceu no dia 10/05/2014, contra o Goiás (vitória por 2 a 0), e a partida mais recente foi contra o Botafogo (derrota por 2 a 0, dia 31/07/2016), durante a passagem do técnico Cuca. No entanto, a última vez que de fato assumiu o comando técnico do clube foi contra o São Paulo, dia 13/03/2016, quando o Alviverde venceu por 2 a 0 (das outras vezes havia sido apenas interino).

Com Fernando Prass no gol e Mayke na lateral direita após cumprir suspensão na última rodada por terceiro cartão amarelo, e com a dupla de zaga formada por Juninho e Edu Dracena, além de ter Egídio na lateral esquerda, o Palmeiras foi a campo escalado no esquema 4-4-3. A equipe ainda contava com Moisés, Tchê Tchê e Bruno Henrique no meio de campo e com Dudu, Willian e Keno no ataque.

O primeiro tempo começou bastante equilibrado, com o time da casa, inclusive, impondo certa pressão sobre o coletivo palmeirense: o Atlético-GO chegou a balançar as redes com um minuto de jogo, mas o gol havia sido irregular e fora invalidado pelo árbitro, que estava em cima do lance.

Aos quatro minutos, o goleiro Fernando Prass foi fundamental ao fazer uma defesa cara a cara com Jonathan, que finalizou com força de fora da área. Esta foi apenas uma das pelo menos três defesas difíceis feitas pelo camisa 1 ao longo da partida.

O Palmeiras não demorou muito a reagir, e abriu placar aos 20 minutos, após algumas tentativas. Keno recebeu belo lançamento de Mayke, saiu pela direita e cortou o marcador, encontrando Willian na outra ponta: o atacante não perdoou e e empurrou para o fundo do time goiano. (Palmeiras 1×0 Atlético-GO)

O Verdão continuou insistindo na armação de jogadas – algumas delas foram promissoras, mas só foi conseguir vazar o adversário novamente nos derradeiros minutos. Das vezes em que foi requisitada a defesa do Palmeiras no primeiro tempo, deu conta do recado, com destaque para a atuação de Edu Dracena.

Aos 43 minutos, o Verdão Keno driblou seus marcadores e passou a bola no meio de dois adversários para deixar Moisés na cara do gol: o camisa 10 marcou o seu primeiro gol nesta edição do Nacional. (Palmeiras 2×0 Atlético-GO)

No segundo tempo, Alberto Valentim voltou com o mesmo time do vestiário. Com vantagem de dois gols, o Palmeiras se mostrou melhor nos minutos iniciais da segunda etapa e, aos 14 minutos, ampliou sua vantagem.

Capitão do grupo, o camisa 7, Dudu, aproveitou cruzamento de Keno – que chegou ao seu terceiro passe a gol na partida – e, de cabeça, marcou o terceiro gol do Palmeiras no estádio Olímpico de Goiânia. (Palmeiras 3×0 Atlético-GO)

Após servir Dudu para ampliar a vantagem palestrina, Keno sentiu dores na coxa e precisou ser substituído, dando lugar ao atacante Erik. Além de colocar em campo o camisa 17, o técnico Valentim também deu vez à Borja, que entrou substituiu Willian, e Thiago Santos, que entrou no lugar de Moisés.

Ao longo do segundo tempo, o Atlético-GO reagiu e encontrou um gol com Walter, fruto da cobrança de um pênalti de Mayke em Jorginho. De pé direito, o jogador converteu a cobrança e venceu Fernando Prass. (Palmeiras 3×1 Atlético-GO)

Apesar de ter diminuído o resultado, o time mandante não conseguiu evoluir muitas jogadas e colocar pressão no Verdão, que administrou o placar até o apito final, garantindo três pontos na 28ª rodada do Brasileirão 2017.

Palmeiras: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Juninho e Egídio; Tchê Tchê, Bruno Henrique e Moisés (Thiago Santos); Keno (Erik), Dudu e Willian (Borja).

Gols (Palmeiras): Willian (20’/1ºT) (0-1), Moisés (43’/1ºT) (0-2) e Dudu (14’/2ºT) (0-3)

Cartão Amarelo (Palmeiras): Dudu

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post