Mina treina com elenco pela primeira vez e fica próximo de retorno no Palmeiras

Colombiano não atua desde 9 de agosto, quando quebrou um dos ossos do pé

Tchê Tchê concederá entrevista coletiva nesta quinta (11). (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

(Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Na tarde desta segunda-feira, o zagueiro Yerry Mina participou pela primeira vez de um trabalho tático com bola na Academia de Futebol desde que quebrou um dos ossos do pé esquerdo, em 9 de agosto, no duelo com o Barcelona de Guayaquil, pela Libertadores.

Quando ele foi submetido a uma cirurgia, após fratura no quinto metatarso, a previsão era de que voltaria a jogar em até três meses. Dado o avanço da recuperação, porém, esse retorno, muito provavelmente, será antecipado.

O departamento médico não estipula publicamente um prazo, mas a liberação definitiva de Mina para atividades com bola permite supor que, se o zagueiro não for relacionado para o jogo de quinta-feira (contra a Ponte Preta, no Pacaembu), ele talvez já viaje a Porto Alegre para o jogo de domingo, diante do Grêmio.

Por ora, a dupla de zaga titular do Palmeiras tem sido formada por Edu Dracena e Juninho. Na vitória sobre o Atlético-GO, no último domingo, a única opção no banco de reservas em Goiânia era Luan – Antônio Carlos não foi relacionado.

Jean sai mais cedo

Desfalque nos dois últimos jogos, Jean também começou a atividade com bola com os demais jogadores que não foram titulares no fim de semana, mas deixou o campo bem antes. Opção tanto para a lateral direita quanto como volante, o camisa 2 sofre com um desgaste na cartilagem do joelho direito e segue cronograma específico de trabalhos.

Guerra de volta

O meia venezuelano, que havia sido liberado da viagem a Goiânia por questões particulares, retornou aos trabalhos nesta segunda-feira. A exemplo de Mina, esteve em campo durante toda a atividade, que durou pouco mais de uma hora.

Muita conversa

Em seu terceiro dia de treino depois da saída do técnico Cuca – incluindo a sexta-feira e o sábado – , o interino Alberto Valentim parou a bola diversas vezes para orientar o posicionamento dos jogadores. A bola, a propósito, talvez tenha ficado mais tempo parada do que correndo no começo da atividade.

Titulares na parte interna

Alguns jogadores que iniciaram a partida contra o Atlético-GO – como o atacante Keno, o volante Tchê Tchê e o zagueiro Juninho – até apareceram em campo, mas apenas para acompanhar a movimentação dos colegas. A tarde foi apenas de trabalho regenerativo para os titulares, no interior da Academia de Futebol.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post