Zé Roberto é anunciado como novo assessor técnico do Palmeiras

O polivalente Zé Roberto é o novo assessor técnico de futebol do Palmeiras.

 

O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (28) pelo presidente Maurício Galiotte e pelo diretor de futebol Alexandre Mattos antes da coletiva de despedida do camisa 11 do Verdão, que se retirou das quatro linhas na vitória por 2 a 0 diante do Botafogo, na última segunda-feira (27).

“A gente bateu um papo franco, muito honesto, como sempre foi, e ele fez a opção pela aposentadoria. Fizemos o convite para ele permanecer com a gente, já agora, em função administrativa. O Zé aceitou esse novo desafio. A partir de janeiro, ele vai dividir um pouco da área administrativa com o Cícero (gerente de futebol) e comigo, na função de assessor técnico. Vai participar ativamente com jogadores e comissão. Essa função é muito explorada na Europa, mas no Brasil quase não tem. Um ex-atleta que faz isso é o Tinga, e agora o Zé”, disse o diretor palmeirense.

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

A novidade foi anunciada pelo presidente e pelo diretor de futebol palestrino nesta terça (28)

O presidente palestrino também endossou a importância do atleta desde 2015, ano de sua chegada, e não poupou palavras de gratidão. “Estou aqui hoje para agradecer ao Zé Roberto pelo serviço prestado ao futebol, à Seleção e ao Palmeiras. É um atleta que chegou em um momento difícil e abraçou a causa com muito profissionalismo, comprometimento e de maneira verdadeira e vencedora. Ontem foi um dia especial: ele fez o jogo de despedida diante do nosso torcedor. Eu queria, aqui, dizer que nós agradecemos muito por tudo que ele fez pelo Palmeiras. E nós temos ainda muito mais a viver com o Zé Roberto”, destacou.

Com 133 jogos e dez gols marcados pelo Verdão, Zé foi o responsável por erguer a taça de campeão da Copa do Brasil em 2015 e se destacou na campanha do eneacampeonato brasileiro jogando em mais de uma função. Seu grande bordão na passagem pelo clube é o discurso na preleção do primeiro jogo da temporada 2015, quando proferiu de forma emocionante a frase “O Palmeiras é grande”.

“Ontem eu perguntei ao Zé, na saída para o jogo, como ele estava. Dava para ver claramente a emoção. Parecia quando estava entrando nos jogos decisivos que participou mundo afora. Fiz questão de vir aqui com o presidente. Lembro como se fosse hoje a apresentação dele aqui nessa sala. Naquele momento, o Palmeiras precisava de uma reformulação radical, monstruosa, e escolhemos alguns pilares a dedo, como o Dudu. Talvez o grande norte tenha sido o Zé Roberto. Não vou mentir, tinha muitas dúvidas no clube, na torcida e na imprensa. Com convicção plena, fiz o convite para o Zé. Ele tinha outros projetos, um fora do país. Eu disse a ele que ainda não tinha vencido título nacional e que venceríamos juntos. Era um ano que se transformou em três”, lembrou Mattos.

Multicampeão por onde passou, o atleta, antes do Palmeiras, vestiu camisas importantes, como as de Real Madrid-ESP, Bayer Leverkusen-ALE e Bayern de Munique-ALE, sem contar a da Seleção Brasileira, pela qual disputou as Copas do Mundo de 1998 e 2006. Conhecido pelo seu espírito de liderança, caiu nas graças dos palmeirenses e ganhou um grito especial: “Al al al o Zé Roberto é animal”.

“Essa manhã está sendo muito difícil. Ontem chegou o momento que sempre tentei postergar, mas sabia que um dia iria chegar e chegou. Hoje estou aqui para agradecer aos clubes que defendi e ao Palmeiras, clube que escolhi para encerrar a carreira. Sem sombra de dúvidas, fiz a escolha certa. Conquistei meus objetivos e os triunfos que almejei desde meu primeiro momento aqui. Com certeza fiz minha melhor escolha”, agradeceu Zé Roberto.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post