CINEfoot elege filme sobre o Palmeiras como melhor Longa-Metragem da edição SP

Veja mais

O Palmeiras foi laureado pela CINEfoot – Festival Internacional de Cinema de Futebol

  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Diretor Rogério Zagallo (à dir.) recebeu a Taça Cinefoot de Melhor Longa de SP

Na última terça-feira (05) por ter produzido o melhor documentário na categoria Longa-Metragem dentre filmes que abordam o tema “Futebol” em 2017. Com o nome de “SEGUNDO TEMPO”, a obra cinematográfica faz parte de uma trilogia que conta a história do estádio palmeirense (é a última da série) e a previsão é de que o DVD esteja disponível nas principais lojas em 2018.

Em 90 minutos, a película narra a trajetória do Estádio Palestra Italia, com foco na transformação de seu clássico formato “Jardim Suspenso” para uma moderna arena. A história é contada através de imagens inéditas de poderosas de máquinas, aço e concreto, usadas no período da demolição da casa palmeirense a partir de 2010, misturadas com lembranças afetivas de ex-jogadores, funcionários e torcedores, que viram nascer o Allianz Parque, em 2014.

Ídolos como Ademir da Guia, César Maluco, Evair e Marcos, além do saudoso Oberdan Cattani, são alguns dos principais artífices da história, e relatam com grande emoção o sentimento de verem o velho Palestra em ruínas, além do orgulho e afeto de quando voltam e encontram o estádio em sua atual forma física.

O primeiro Longa-Metragem da série, denominado “PRIMEIRO TEMPO”, foi lançado em 2011 e conta a história do estádio alviverde desde o início do Século XX até a última partida em jogos válidos por competições oficiais antes da grande reforma, em 2010, pelo Brasileirão – uma vitória por 4 a 2 sobre o Grêmio. Os DVD’s já estão esgotados na loja, mas o filme ainda pode ser assistido pelo Net Now (clique aqui), pelo Looke (clique aqui) e pelo Google Play (clique aqui).

Já o segundo capítulo da saga é contado em 11 episódios disponibilizados na internet: o “INTERVALO” (clique aqui e confira). Porém, estes fragmentos, que assim como o “SEGUNDO TEMPO” também narram a transformação da história do estádio do Verdão, foram sendo disponibilizados na web em tempo real.

O mais novo documentário do Verdão foi editado pela Oka Comunicações, empresa especializada em produção, co-produção, captação, edição e finalização de conteúdos audiovisuais para todas as mídias digitais, licenciada pelo Verdão desde 2011.

“Foi a realização de uma ideia e de uma necessidade que a gente tinha de documentar a transformação. Não é a primeira transformação do estádio e nem vai ser a última. Por isso, perder este registro seria uma pena, então pensamos em materializar essa ideia em um documentário”, disse Rogério Zagallo, responsável por dirigir e roteirizar a obra, sobre ter concebido o projeto. “O advento do Allianz Parque foi um momento importante no futebol da atualidade, um verdadeiro marco. Foi uma etapa fundamental e que tinha que ser feita pelo clube, mas é claro que a saudade do antigo Palestra será eterna”, concluiu.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post