Palmeiras estreia na Copinha com 3 a 0 em noite inspirada de Aldo

Na busca pelo título inédito da Copinha, o Verdão estreou na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2018 com vitória, superando o Luverdense por 3 a 0, com dois gols do meia Aldo e outro do volante Matheus Neris

O Palmeiras encarou o time mato-grossense no Joaquinzão, em Taubaté (SP), e acumulou o seu 100º triunfo na mais tradicional competição de base do país, que está em sua 49º edição – o Alviverde participou de todas elas.

O resultado favorável também fez com que o Verdão dividisse a liderança no Grupo 27 da com o Taubaté – ambos somam três pontos, com vitórias por 3 a 0. Já o Moto Club e o Luverdense completam o grupo na lanterna.

Curiosamente, a cidade de Taubaté já havia sediado o Palmeiras em uma primeira fase de Copinha – o fato ocorreu em 2007. Além disso, em 2003, ano do último vice-campeonato do Verdão, o time disputou dois jogos na cidade: venceu o próprio Taubaté nas oitavas de final, nos pênaltis (4 a 3), e superou o Vitória nas quartas de final (3 a 2).

O bom início do Palmeiras na Copinha tem explicação: o time vem embalado da conquista do Campeonato Paulista Sub-20 na última temporada, com uma campanha avassaladora (23 vitórias, cinco empates e duas derrotas em 30 jogos, além do melhor ataque e defesa menos vazada – 75 gols marcados e 19 sofridos).

O sucesso da base palmeirense na temporada de 2017, inclusive, não se restringe ao time Sub-20. O ano passado pode ser considerado mágico na história do Verdão, já que o clube teve, pela primeira vez, as cinco categorias na decisão do Campeonato Paulista (Sub-11, Sub-13, Sub-15, Sub-17 e Sub-20). Além disso, o Alviverde ainda conquistou a Copa do Brasil Sub-17 (principal torneio nacional da categoria).

Artilheiro do Verdão no Paulista Sub-20 no ano anterior, do qual o Verdão saiu campeão, Léo Passos foi um dos personagens do jogo. Além de sofrer o pênalti que originou o primeiro gol, abrindo caminho para a vitória, o camisa 9, que disputa sua segunda Copa São Paulo pelo Palmeiras, também se movimentou bem e infernizou a defesa adversária.

O Palmeiras volta a jogar pela Copinha na próxima sexta-feira (05), às 21h30 (de Brasília), novamente no Joaquinzão. O adversário da vez será o Moto Club. Em seguida, o Alviverde irá encarar o Taubaté no dia 18/01 (quinta-feira), às 19h30, em jogo que sela o encerramento de sua participação na primeira fase.

O jogo

Previsto para começar às 21h30 (de Brasília), o duelo entre Palmeiras e Luverdense só teve início cerca de 25 minutos depois, devido a uma queda parcial de energia no estádio Joaquinzão, em Taubaté (SP).

A partida começou com ritmo acelerado. O Verdão se impôs desde os primeiros minutos, pressionando o adversário em seu campo de defesa e trabalhando a posse de bola com bastante segurança.

Aos 12 minutos, o atleta Leonardo Passos caiu na grande área rival e o árbitro, em cima do lance, marcou pênalti. De pé direito, o meio-campista Aldo partiu para a cobrança e converteu para o Alviverde. (Palmeiras 1×0 Luverdense)

Das poucas vezes em que sofreu perigo na etapa inicial, o Verdão se mostrou eficiente também no setor defensivo. O goleiro Anderson, inclusive, foi responsável por uma grande intervenção.

Após alguns lances de ataque, o Palmeiras chegou ao segundo gol aos 17 minutos, com novamente com Aldo, que recebeu a bola na entrada da grande área e, com categoria, bateu de pé direito na medida! A bola foi rasteira e entrou bem no cantinho esquerdo do goleiro adversário, sem chance de defesa. (Palmeiras 2×0 Luverdense)

Antes de o primeiro tempo terminar, o Verdão ainda ficou muito perto de chegar ao terceiro gol em uma cabeçada de Léo Passos, à queima-roupa. Por muito pouco, a bola saiu pela linha de fundo.

O segundo tempo começou com o Verdão administrando o resultado imposto no período anterior, e após alguns minutos o time já ditava a cadência da partida. Logo aos 12 minutos, Yan cobrou uma falta venenosa, que passou tirando tinta da trave direita do goleiro Gabriel, do Luverdense.

Aos 17, após tanto insistir, finalmente o Verdão chegou ao terceiro gol, após um bate-rebate na área. O volante Matheus Neris não desperdiçou a chance e soltou uma bomba contra a meta adversária. (Palmeiras 3×0 Luverdense)

Aos 23, pela primeira vez, o Wesley Carvalho decidiu mexer no time do Palmeiras, Yan e Maílton saíram para dar lugar a Juninho e Alan, respectivamente. Não muito tempo depois, aos 27, o treinador usou as outras três substituições restantes (na Copinha o limite é de cinco alterações por equipe). Desta vez, saíram Matheus Neris, Léo Passos e Matheus Bahia para a entrada de Gabriel Furtado, Papagaio e Luan, respectivamente.

Passados 30 minutos de jogo e vencendo por 3 a 0, o Verdão não tirou o pé do acelerador e continuou imprimindo um cenário ofensivo sobre o clube mato-grossense. Aos 36, o meia Alan soltou uma bomba de fora da área e carimbou o travessão – a bola sobrou para Fernando: o atacante até cabeceou, mas estava impedido.

Com a vantagem, o Alviverde apenas administrou o placar até os derradeiros minutos da partida e, desta forma, estrou com vitória na Copinha e alcançou a marca histórica de 100 triunfos na competição.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post