Jailson comemora ótima fase e classificação às finais do Paulista 2018

No jogo de ida contra o Santos, pelas semifinais, Jailson também fechou o gol, fazendo pelo menos três defesas difíceis, além de ter sido eleito o melhor homem em campo daquele duelo

Pela primeira vez desde 2015, o Palmeiras volta a participar de uma final de Campeonato Paulista. O Verdão tentará repetir o feito obtido em 2008, quando o time, à época comandado por Vanderlei Luxemburgo, conquistou o Estadual pela última vez. Mas, para que pudesse chegar a essa decisão, eliminando o Santos, o Alviverde contou com a ajuda de um personagem que se destacou na ótima campanha que o Verdão realizou até aqui: o goleiro Jailson. Dono da camisa 42, o arqueiro palmeirense vive fase excepcional.

“É bom estar sempre preparado. Fico feliz por estar atuando e agradando a torcida e por ter ajudado a levar o Palmeiras para a final, além e estar escrevendo meu nome nessa história maravilhosa que estamos construindo até aqui. Gosto de fazer parte disso, e os resultados positivos que vêm acontecendo são consequência do trabalho coletivo que estamos fazendo”, declarou Jailson.

Mas não é de hoje que o jogador vem se destacando: em 2016, quando Fernando Prass foi convocado para defender a Seleção Olímpica do Brasil e, depois, quando o atual camisa 1 se lesionou, Jailson deu conta do recado assim que foi requisitado pelo então técnico Cuca. Com as boas atuações, o jogador ganhou o respeito da torcida palmeirense ao ajudar a conduzir o time rumo ao título brasileiro de 2016.

Dono da camisa 42, o arqueiro palmeirense Jailson vive fase excepcional. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Dono da camisa 42, o arqueiro palmeirense Jailson vive fase excepcional. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Ao longo do ano de 2017, o goleiro também ganhou chances no time e mostrou estar preparado: chegou, inclusive, a defender pênaltis do Flamengo, pelo Brasileirão, e do Barcelona de Guayaquil-QUE nessa temporada. Em 2018, o camisa 42 engordou sua lista de pênaltis defendidos. Foram dois, ambos pelo Paulistão: contra o Red Bull, vitória por 2 a 1, e contra o Santos, defesa fundamental para que o Alviverde pudesse se classificar na noite desta terça-feira (27).

“Tudo é treinamento. É claro que fico feliz por ter defendido pênaltis, mas pessoalmente prefiro que ele não exista, para não chegar ao ponto de precisar defender (risos). Mas, sim, estou satisfeito com essa fase, com essa torcida maravilhosa, e espero que seja assim por muito tempo ainda”, concluiu o camisa 42.

Vale lembrar que o time comandado por Roger Machado é a equipe do Campeonato Paulista, até o presente momento, que possui o melhor ataque (29 gols), a defesa menos vazada dentre os times que ainda estão vivos na competição (dez gols sofridos) e mais vitórias conquistadas (11 triunfos), além de possuir o artilheiro isolado do torneio: o atacante colombiano Borja, com seis gols marcados.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post