Palmeiras vence Atlético-PR em Curitiba e é vice-líder do Brasileirão

Na Arena da Baixada, o Verdão enfrentou o Atlético-PR na tarde deste domingo (06) e conquistou sua segunda vitória na competição

O Palmeiras segue invicto no Campeonato Brasileiro deste ano. Com gols de Bruno Henrique, no primeiro tempo, Marcos Rocha e Willian, os dois na etapa complementar, a equipe de Roger Machado superou o adversário pelo placar de 3 a 0, em duelo válido pela quarta rodada do torneio nacional.

Com o resultado, o time soma oito pontos na tabela e é vice-líder do Brasileirão, atrás apenas do Flamengo, que tem 10. Dos quatro embates disputados até o momento, foram dois empates (Botafogo e Chapecoense) e duas vitórias (Internacional e Atlético-PR). O Maior Campeão do Brasil também aumentou sua vantagem nos confrontos contra o time paranaense. Em 54 jogos ao longo da história, foram 26 triunfos palestrinos contra 11 do Furacão, além de 17 empates. O Verdão já vazou a meta do rival rubro-negro em 79 oportunidades, enquanto sofreu 59 gols.

Em Curitiba-PR, o Verdão entrou em campo pela primeira vez com seu novo uniforme II. A camisa, que é predominantemente branca, já está à venda.

A vitória deste domingo foi especial para três jogadores do elenco palestrino. O experiente Edu Dracena chegou a 79 partidas com a camisa alviverde e subiu no ranking de zagueiros que mais defenderam o Palmeiras neste século, empatado com Gustavo. Ambos ocupam a nona colocação; o oitavo defensor da lista, Alexandre, tem 96.

Já o goleiro Jailson chegou à impressionante marca de 27 jogos sem perder e se isolou no segundo lugar na lista de atletas com a maior sequência invicta no Brasileiro vestindo o manto palmeirense. O arqueiro superou Ademir da Guia, Eurico, Leão, Ronaldo e Zeca, todos com 26 partidas sem derrota, e está atrás apenas de Edu, com 34.

Além disso, Dudu conquistou sua 47ª vitória pelo Verdão e saltou para a segunda posição do ranking de jogadores que mais acumulam triunfos em Brasileiros neste século. O capitão igualou a marca de Valdivia no Nacional e divide o segundo lugar com o chileno. O líder da lista é o ex-goleiro Marcos, com 67 vitórias válidas pela competição, considerando jogos a partir de 2001.

O jogo

Equipe conhecida por valorizar a posse de bola, o Atlético-PR começou trocando passes, mas sem conseguir se aproximar do gol de Jailson. O Verdão, apesar de ficar menos tempo com a bola nos pés, rondava a área do adversário com mais frequência, explorando os cruzamentos e as cobranças de escanteio.

Com apenas seis minutos de jogo, Moisés sentiu a parte posterior da coxa e precisou ser substituído. O meia fazia sua segunda partida seguida como titular após a vitória sobre o Alianza Lima, na última quinta-feira (03), pela Conmebol Libertadores. Lucas Lima entrou na vaga do camisa 10.

Após um começo truncado, o jogo começou a fluir melhor depois da marca dos 20 minutos. A primeira chance clara de gol foi dos mandantes. Matheus Rossetto arriscou de fora da área, obrigando o goleiro Jailson a fazer grande defesa. O camisa 20 atleticano tentou novamente aos 24 do primeiro tempo, mas, desta vez, a bola passou por cima do gol.

Os chutes de longe continuaram dando trabalho para o arqueiro alviverde. Aos 27, Carleto cobrou falta e Jailson, sempre atento, defendeu de manchete. Depois disso, o time de Roger Machado buscou diminuir o ritmo da partida, trocando passes com calma no campo de ataque. A equipe paranaense, porém, estava bem postada na defesa e dava poucos espaços.

Até que, após bela troca de passes na entrada da área adversária, Dudu cruzou no peito de Keno, que rolou para Bruno Henrique finalizar. O volante vinha de trás e chutou de primeira com o pé direito para marcar um golaço, seu quinto nesta temporada. Artilheiro, o camisa 19 só fica atrás dos atacantes Keno e Willian, com 6, e Borja, que balançou as redes 10 vezes. (Atlético-PR 0x1 Palmeiras)

Contra o Atlético-PR, Bruno Henrique marcou seu quinto gol na temporada. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Contra o Atlético-PR, Bruno Henrique marcou seu quinto gol na temporada. (Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

As duas equipes voltaram sem alterações para a etapa complementar. O segundo tempo era movimentado, mas de poucas finalizações. Faltavam alguns centímetros de ajuste no último passe para que ambos os ataques conseguissem completar suas jogadas.

Foi necessária uma bola parada para mudar este cenário. Aos 14 minutos, Marcos Rocha cobrou escanteio rasteiro e Dudu, com espaço pela direita da área, mandou uma bomba para o gol rubro-negro. O goleiro Santos espalmou e, no rebote, o lateral-direito palmeirense não perdoou. Foi o primeiro gol do camisa 2 pelo Verdão. (Atlético-PR 0x2 Palmeiras)

O Atlético-PR tentou responder rapidamente, com um perigoso cabeceio de Pablo, após cruzamento de Carleto. Jailson, no entanto, fez grande defesa para impedir que a equipe mandante diminuísse a vantagem alviverde no placar.

O técnico Roger Machado fez mais duas alterações após o segundo gol do Palmeiras. Aos 32, Keno saiu para a entrada de Hyoran. Cinco minutos depois, foi a vez de Felipe Melo dar lugar a Thiago Santos.

O final da partida foi especialmente movimentado. Aos 39, Bruno Henrique roubou a bola e tocou para Hyoran, que lançou o atacante Willian em contra-ataque. O camisa 29 finalizou na saída do goleiro Santos e marcou o terceiro do Verdão – seu sexto gol na temporada. (Atlético-PR 0x3 Palmeiras)

O Atlético-PR conseguiu descontar no final, aos 44, com Pablo. Mas isso não mudou o contexto da partida e o Maior Campeão do Brasil continuou pressionando o time paranaense. O próprio Willian, Dudu e Hyoran ainda tiveram chances de ampliar antes do apito final, mas não acertaram o alvo e o confronto terminou em 3 a 1 para o Palmeiras.

Escalação: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Edu Dracena e Diogo Barbosa; Felipe Melo (Thiago Santos), Bruno Henrique e Moisés (Lucas Lima); Dudu, Willian e Keno (Hyoran).

Cartões amarelos: Felipe Melo e Lucas Lima.

Gols

Atlético-PR: Pablo (44′ – 2º Tempo).

Palmeiras: Bruno Henrique (43’ – 1º Tempo), Marcos Rocha (14’ – 2º Tempo) e Willian (39’ – 2º Tempo).

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post