Verdão bate América por 2 a 1 e larga na frente por vaga nas quartas

O Palmeiras estreou na Copa do Brasil de 2018 na noite desta quarta-feira (09), nas oitavas de final, diante do América-MG, no estádio Independência (Belo Horizonte-MG)

Pelo placar de 2 a 1, com gols de Borja e Keno, o Verdão saiu vencedor do confronto e largou na frente na busca da classificação para as quartas de final. O jogo de volta será decidido no dia 23/05 (quarta-feira), às 21h45, no Allianz Parque.

O triunfo em território rival ampliou uma marca curiosa imposta pelo Palmeiras nesta temporada. O Verdão chegou a 15 partidas como visitante com o incrível aproveitamento de 84% dos pontos disputados, sendo que está invicto nos últimos dez duelos (já incluindo este contra o América-MG). Se o Verdão não perder os próximos três jogos fora de casa, irá igualar a marca de 2011, quando, sob o comando de Luiz Felipe Scolari, o Verdão ficou por 13 jogos sem saber o que é perder fora de seus domínios – esta foi a última grande sequência do Palmeiras como visitante.

Vale lembrar que esta boa sequência atual fora de casa é a melhor em aproveitamento de pontos do século: 84%, com 15 jogos, 12 vitórias, dois empates e uma derrota; até então, a edição de 2011 era detentora desta marca, com 74% (apesar de também possui uma única derrota em 15 jogos, o time daquela temporada possuía mais empates do que a sequência da equipe de Roger Machado).

Os números fora de casa credenciam o Palmeiras, portanto, como o melhor visitante da Série A em 2018, bem à frente do Flamengo, segundo colocado com 66,6% dos pontos conquistados. Os próximos compromissos fora do Verdão serão diante do Corinthians (neste domingo, 13) e o próprio América-MG (jogo de volta da Copa do Brasil, em 23 de maio, quarta-feira).

Dudu e Willian são os jogadores do atual elenco palmeirense que mais estiveram em campo na temporada de 2018, com 26 partidas cada. Ao todo, o Alviverde disputou 28 partidas neste ano, entre jogos de Paulista, Libertadores e Brasileiro e Copa do Brasil.

Além de ser o atleta que acumula mais jogos na temporada (ao lado de Willian, com 26), o atacante Dudu também é o jogador com mais minutos em campo pelo Maior Campeão do Brasil na temporada: foram 2.294 ao todo (1454 pelo Paulista, 367 pelo Brasileiro, 379 pela Libertadores e 94 pela Copa do Brasil), já considerando o tempo de acréscimo concedido pela arbitragem nas partidas.

Individualmente, a partida também teve sabor especial para o zagueiro Edu Dracena, que chegou a 80 partidas com a camisa alviverde e subiu no ranking de zagueiros que mais defenderam o Palmeiras neste século, se isolando na nona colocação da lista, deixando Gustavo para trás. O próximo alvo de Dracena é o oitavo defensor da lista, Alexandre, com 96 partidas a partir de 2001 – já o líder do ranking é Mauricio Ramos, com 191 duelos pelo clube.

Vice artilheiro isolado do Palmeiras na temporada 2018, Keno chegou ao seu sétimo gol pelo Palmeiras na temporada. Acima de Keno, figura apenas um jogador: Borja. O colombiano dono da camisa de número 9 do Palmeiras é o artilheiro do time, com 11 gols marcados – ultrapassou nesta quarta-feira os dez gols marcados em toda a temporada passada.

O jogo

O Palmeiras foi a campo com praticamente o mesmo time que atuou diante do Atlético-PR na partida anterior, com exceção de Lucas Lima – o camisa 20 jogou no time titular diante do América-MG, mas contra o Atlético-PR saiu do banco de reservas, após a saída de Moisés aos oito minutos, que sentiu dores.

O embate começou com os donos da casa tentando exercer certa pressão, mas o Verdão não se deixou abalar e revidou as tentativas rivais. O Verdão criou grandes oportunidades de gol ainda no primeiro tempo, mas só balançou as redes pela primeira vez aos 37 minutos de jogo, com Borja, após receber passe açucarado de Lucas Lima: o colombiano chutou de primeira e vazou a meta adversária. (América-MG 0 x 1 Palmeiras)

Após o tento, o Alviverde continuou dominando a partida e se prolongou desta forma até os instantes finais do primeiro tempo. Já na segunda etapa do certame, o time palmeirense voltou do vestiário sem alterações por parte do técnico Roger Machado.

Com um bom início de segundo tempo, o Maior Campeão do Brasil encontrou o segundo gol no jogo com Keno, logo aos 11 minutos de bola rolando. O veloz atacante recebeu de Borja, se infiltrou na área e surpreendeu a defesa adversária, chutando de pé esquerdo, chutando por debaixo das penas do goleiro João Ricardo. (América-MG 0 x 2 Palmeiras)

Borja marcou o primeiro gol do Palmeiras e deu assistência para Keno ampliar. (César Greco/Divulgação/Ag. Palmeiras)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Borja marcou o primeiro gol do Palmeiras e deu assistência para Keno ampliar. (César Greco/Divulgação/Ag. Palmeiras)

Aos 27 minutos, o meia Serginho diminuiu para o clube mineiro após receber de seu companheiro de time Aylon, que ganhou disputa da bola em lance homem a homem com o zagueiro Antônio Carlos. O meio-campista do América-MG chutou de pé esquerdo, de dentro da área, no contrapé do goleiro Jailson, sem dar chances de defesa. (América-MG 1 x 2 Palmeiras)

Na sequência da partida, o Alviverde até criou outras chances de gol até os derradeiros momentos da partida, mas não logrou êxito nas conclusões das jogadas. Aos 33 do segundo tempo, saiu Lucas Lima para a entrada de Guerra. Em seguida, entraram Thiago Santos no lugar de Felipe Melo, aos 36, e Willian na vaga de Keno, aos 39.

O goleiro Jailson, na segunda etapa, foi fundamental para o time, pois realizou pelo menos duas defesas difíceis, fundamentais para que o Alviverde levasse vantagem para o jogo de volta. No entanto, o time alviverde não conseguiu ampliar a vantagem marcando mais gols, e venceu por 2 a 1.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post