Oliveira cogita Barrios no clássico, mas elogia Pereira: ‘Questão de coerência’

O comandante não pretende utilizar o paraguaio como titular, caso ele seja relacionado para o clássico contra o Santos, neste domingo (19), às 16h, no Allianz Parque.

Apresentado oficialmente na última quinta-feira (16) na Faculdade das Américas (FAM) e já registrado no BID, o atacante Lucas Barrios está bem perto de fazer a sua estreia com a camisa do Palmeiras, pelo menos foi o que indicou o técnico Marcelo Oliveira na entrevista coletiva desta sexta (17), na Academia de Futebol.

“Chegamos de Curitiba e só tive um contato com o Lucas. Hoje (sexta) terei um segundo contato e ele terá um contato maior com todos os jogadores. Aguardaremos o sentimento dele de ir para o jogo e o estágio físico, ele ficou um tempo parado. É possível, mas esperaremos até amanhã (sábado) para resolver”, falou. “O olhar do técnico tem de ser mais amplo, tem de ter coerência com a utilização ou não dos atletas. O Leandro (Pereira) está jogando muito bem. Se o Barrios for para o jogo, provavelmente irá como opção para o banco, eu o utilizaria durante o jogo”, explicou.

Marcelo Oliveira concedeu entrevista na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+

Marcelo Oliveira concedeu entrevista na Academia de Futebol. (Cesar Greco/Ag.Palmeiras/Divulgação)

Mesmo diante da grande expectativa da torcida com a estreia do novo reforço, o treinador ressalta a importância dos outros atletas da posição.

“Temos de valorizar o grupo todo, todos são muito importantes. De uma forma natural, ele procurará o espaço dele, é um jogador importante de experiência internacional e que faz muitos gols. Neste momento, nós temos um atacante que está jogando bem, é questão de coerência. É importante também que ele conheça os jogadores dentro e fora de campo, e isso acontecerá através de treinamentos e jogos”, declarou o alviverde, que também falou sobre o clássico deste final de semana

“É sempre importante. É um poder emocional pela rivalidade e pela emoção dos torcedores, e muito mais pela posição do Palmeiras no campeonato e por estar jogando em casa e tentar chegar próximo dos quatro primeiros. Entraremos fortes por um jogo importante e uma ascensão na tabela”, afirmou.

E o apoio da torcida, como vem acontecendo em todos os duelos no Allianz Parque, é um fator fundamental para o Verdão, de acordo com Marcelo Oliveira.

“Temos de fazer do nosso estádio um caldeirão. Fazer com que a torcida vá junto, contagie e nos empurre. Temos todos os ingredientes para que isso seja feito. Eventualmente, nós teremos adversários que criarão problemas, mas em campeonato de pontos corridos nós temos de ter um aproveitamento excepcional em casa porque fora teremos problemas vez ou outra”, disse o técnico, destacando a postura dos palmeirenses em 2015.

“Primeiramente, a torcida é o maior patrimônio que o clube tem. E estejam certos de que o jogador sente-se muito bem com isso, o apoio da torcida e o incentivo. Eventualmente tem uma cobrança também, e isso acontecerá. Isso serve de alerta, temos de buscar um espírito mais competitivo. E o mais bacana é que o grande público não é somente em São Paulo, em Cuiabá foi assim também. E, surpreendentemente, em Londrina também. Cabe a nós tentar retribuir com grandes vitórias”, finalizou o treinador.

Veja mais

Autor: MP

Canal feito por palmeirenses e para palmeirenses. Notícias e opiniões com uma dose de arquibancada. Nossa missão é garantir informação de qualidade sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras.

Compartilhe Este Post